Justiça nega pedido de soltura de ex-pastor da Igreja Universal

wrsi 04/09/2021 Relatar Quero comentar

O ex-pastor da Igreja Universal do Reino de Deus, Glaidson Acácio dos Santos que foi preso durante a semana, teve o pedido de liberdade neago pela Justiça Federal do Rio negou, nesta quinta-feira (2). em uma audiência de custódia no último dia 27, a prisão preventiva foi mantida.

O empresário e ex-pastor da Igreja Unioversal, foi detido em 25/08, durante uma operação da Polícia Federal. Glaidson é proprietário da empresa GAS, que atua no mercado de criptomoedas, é responsável por um esquema de pirâmide. De acordo com as investigações o religioso prometia um “insustentável retorno financeiro sobre o valor investido”, deixando investidores no prejuízo.

(IURD) Igreja Universal recruta ex-pastores para trabalhar pedreiro e servente de graça

 A defesa do pastor  lamentou a decisão do desembargador  sobre a liminar pedida em habeas corpus. em nota foi informado que os advogados da empresa vai entrar com recursos em instâncias superiores.

Na operação ” Kriptos” desencada pela Polícia Federal foram confiscadas da casa do pator Glaidson, barras de ouro, carros de luxo, e R$14 milhões em espécie que foram transportados por um carro forte.

Comentário do usuário