Fundamentos para uma vida conjugal vitoriosa

1) Fundamento=não é bom que o homem esteja só

Gênesis 2:18=e disse o senhor deus:não é bom que o homem esteja só:far-lhe-ei uma adjutora que esteja como diante dele.(revista e corrigida)

Gênesis 2:18=então o senhor deus declarou:não é bom que o homem esteja só:farei para ele alguém que o auxilie e lhe corresponda. (nvi)

A solidão é uma das maiores causas de depressão tanto para pessoas jovens quanto para pessoas na fase adulta e é mais forte ainda na terceira idade.prevendo isso o nosso deus na sua infinita sabedoria declarou:não é bom que o homem esteja só.

O senhor estava levando em conta essa necessidade que temos de companhia, de amizade,de cumplicidade,de dualidade.em outras passagens encontramos novamente essa idéia divina de não nos deixar sós:

Há um que é só,e não tem segundo;sim,ele não tem filho nem irmã;e contudo de todo o seu trabalho não há fim,nem os seus olhos se fartam de riquezas;e não diz:para quem trabalho eu,privando a minha alma do bem?também isto é vaidade e enfadonha ocupação.melhor é serem dois do que um,porque têm melhor paga do seu trabalho.porque se um cair,o outro levanta o seu companheiro:mais ai do que estiver só;pois caindo,não haverá outro que o levante.também se dois dormirem juntos,eles se aquentarão;mas um só como se aquentará?e,se alguém quiser prevalecer contra um,os dois lhe resistirão;e o cordão de três dobras não se quebra tão depressa.(ec 4:8-12)

Muitos não consideram esse fato que pode para alguns ser algo bobo mas quem um dia esteve casado com alguém com quem compartilhava a sua vida e hoje está só chora ao ouvir essas palavras.a palavra compartilhar surge aqui numa boa hora pois sozinho se compartilha com quem?se levarmos em conta o advento das redes sociais veremos claramente essa necessidade implícita em cada ser humano.as pessoas compartilham tudo até si mesmas,haja vista a quantidade enorme de fotos de perfil que se acumulam nos facebooks da vida.os criadores das redes sociais descobriram o que deus sabe desde a criação que o ser humano não consegue ser feliz só.existe um série de carências que o homem jamais conseguirá suprir só.é bem verdade que muitos métodos humanos,carnais e egoistas têm surgido afim de proporciornar ao ser humano acesso a prazeres e satisfações que eram para ser obtidos de forma dualizada mas que devido á ignorância e a impaciência aos quais o homem têm decidido se submeter estão sendo proporcionados de formas não convenientes para prejuízo dos que recorrem a essas práticas.

Vantagens do não estar só

Opinião diferente

Se tem uma coisa que abre a mente é ser confrontado com uma opinião diferente da que temos e não pessoa melhor para fazer isso do que o cônjuge.o matrimônio é o único lugar onde é possível duas pessoas terem opiniões diferentes sem que seja necessário um ir para um lado e o outro para outro.ser confrontado com uma opinião diferente permite dentre outras coisas prever riscos que sozinho jamais seriam previstos.apesar de muitos casais verem nisso motivos para discussão na verdade deveriam ver como proteção ter alguém do seu lado que enxerga as coisas de maneira tão diferente.otimista ou pessimista a opinião diferente de alguém tão próximo e íntimo quanto um cônjuge não pode ser desprezada.

A benção de acsa

No livro de josué capítulo quinze e nos versículos dezesseis ao dezenove nós lemos que acsa foi a filha que calebe prometeu dar como recompensa ao homem que ferisse a cidade de quiriate-sefer.quem conseguiu a proeza foi otniel,sobrinho de calebe.não demorou para otniel descobrir as vantagens que teria de não mais estar só pois a sua jovem esposa veio com um brinde,pois ela tinha algo que ele não possuía que era a disposição de não aceitar qualquer coisa e se expressar a favor do melhor que ela acreditava que podia ter.calebe além de dar a otniel sua filha lhe deu também umas terras que não valiam nada.provavelmente não foi por maldade porém foi o suficiente para acsa ter uma reação extraordinária.primeiramente ela foi no seu marido e falou para ele que aquelas terras não prestavam porém viu que o varão ficou como geralmente homens ficam na hora de pedir alguma coisa,acsa não passando por cima de seu esposo mas disposta a conquistar algo abençoado para os dois expõe seus pensamentos ao pai que prontamente lhe atende o pedido concedendo-lhe fontes superiores e inferiores.sem acsa otniel teria voltado para casa triste ciente de ter perdido a maior oportunidade que ele teve na vida.

Homens e mulheres são diferentes,ás vezes um é mais atirado que o outro,um é mais atrevido que o outro,um é mais comunicativo que o outro,saber usar isso a favor da família,da vida á dois é fundamental,porém infelizmente há casais onde infelizmente essas diferenças de comportamento são vistas não como uma benção mas sim como uma ameaça e até como motivos para ciúmes.

2)Fundamento=a auxiliadora,a adjuntora,alguém que esteja diante dele,alguém que o auxilie e corresponda

A necessidade da adjutora

O termo adjutora é o mesmo que auxiliadora,ajudadora.apesar de nessa passagem á primeira vista ter sido usado em relação á esposa,á mulher,o termo também se aplica ao homem pois na vida conjugal aos dois compete á tarefa de auxiliar,cooperar,ajudar.em diferentes momentos e situações o homem e a mulher vão ter que alternar essas funções tendo em vista o bem estar do seu relacionamento.não foi difícil ao longo dos anos cunhar a responsabilidade de ajudar e auxiliar apenas como sendo da mulher esse papel porém na prática da vida á dois o homem sábio sabe que essa responsabilidade também é sua.

Como diante dele,que lhe correspondesse,que lhe seja idônea

Em três traduções diferentes temos frases diferentes porém que trazem a idéias correspondentes.na revista e corrigida diz que a adjutora estaria como diante dele,na nvi diz que a adjutora seria alguém que lhe correspondesse,já na aa diz que a adjutora lhe seria idônea.esses versões nos possibilitam entendimentos maravilhosos já que o nosso idioma é tão rico em palavras nos permitindo várias vezes falar as mesmas coisas com palavras diferentes.sendo assim vamos entender primeiro o que quis dizer a revista corrigida:

A adjuntora que esteja como diante dele

A palavra diante quer dizer em frente,á vista,em sua presença,em primeiro lugar.nesse sentido o cônjuge deverá ser um para o outro algúem perceptível,sempre á vista,sempre perto,a primeira coisa a ser vista,alguém que está sempre no campo primaz de visão.o problema nos casamentos começa quando o cônjuge começa a fugir da visão do outro.existe uma famosa frase que diz que quem não é visto não é lembrado.um cônjuge tem que estar sempre vendo o outro.sempre perto do outro.não pode haver nada que faça um cônjuge não querer ser visto pelo outro.se surgir algo que possa levar a isso deve-se logo procurar tratar.ás vezes por causa de trocas de opinião acaba havendo aquela discórdia que dura alguns momentos,porém pode haver situações graves que possam levar o cônjuge a dizer que não quer ver o outro nem pintado de ouro,e que além disso possam causar reações desagradáveis quando um vê o outro.o casamento acaba exatamente quando um não está mais na presença do outro.paulo sabiamente nos deixou a seguinte pérola que parte do princípio que estamos abordando aqui:

Não vos defraudeis um ao outro,senão por consentimento mútuo por algum tempo,para vos aplicardes á oração:depois ajuntai-vos outra vez,para que satanás não vos tente pela vossa incontinência.(1co 7:5)

Sair da visão um do outro só por consentimento mútuo e por razões realmente necessárias.fazer diferente disso é dar ocasião para sofrimentos.

Que lhe correspondesse

As pessoas estão sempre á procura de pessoas que sejam capazes de corresponder ás suas necessidades sem considerar que deus foi o primeiro a ter essa preocupação.na medida do possível o cônjuge deve ser alguém que corresponde principalmente de maneira positiva  ás investidas amorosas,aos carinhos,ás carícias,ás piadas sem graça,aos presentes estranhos e as mais diversas formas que um ser humano é capaz de reagir na vida conjugal.

Correspondência negativa

Não se deve deixar de considerar os aspectos negativos dessa correspondência pois tanto um quanto o outro também são capazes de corresponder ás grosserias,aos xingamentos,aos desprezos e até,em alguns casos,á violência do cônjuge.

Que lhe seja idônea

Idoneidade é compatibilidade em todos os sentidos.muitos casais usam como justificativa para a separação a famosa incompatibilidade de gênios,até pastores se utilizam desse argumento para justificar a dissolução conjugal.porém a verdade é que somos perfeitamente compatíveis com a pessoa que deus colocou ao nosso lado.

Ser compatíveis não quer dizer que são iguais,mas sim que possuem igualmente capacidade de tolerar as diferenças um do outro,que são sim capazes de estarem juntos independente dos maus momentos que o outro venha a passar.

A descoberta de incompatibilidades em muitos casamentos geralmente acontece depois de muitos vivendo juntos o que era para ser visto com espanto pois como uma coisa que não existia no início do relacionamento que foi produtivo também em termos de filhos,de repente surge como se fosse algo que sempre estivesse ali mas que foi tolerado só para manter as aparências?certamente existem outras razões para que esse relacionamento tenha chegado ao ponto do divórcio e alegação da incompatibilidade de gênios surge como uma forma mais intelectual para justificar o fim da vida conjugal.

3)Fundamento=deixará pai e mãe

Os laços de comunhão desenvolvidos na instituição familiar são intensos e tanto é que muitos apesar de terem saído da casa dos pais há anos ainda assim continuam com esses laços paternais bastante vívidos em suas existências,e em alguns a ponto de ainda trazerem consequências para a instituição cônjugal.e isso se deve ao fato de não ter levado em conta esse pequeno segredinho de deus que diz deixa pai e mãe.deixar é renunciar,é quebrar a anterior aliança para se entregar á uma nova.ás vezes isso não é feito devido aos estragos que muitos pais fazem nas personalidades de seus filhos que mesmo quando adultos continuam dependentes dos pais provando assim que seus pais não o criaram para a vida mas para si.as debilidades provenientes disso no adulto comprometerão a capacidade conjugal desse indivíduo que em muitas situações acabará se portando de maneira infantil e imatura sendo assim incapaz de refrear atitudes que possam estar comprometendo seu bem estar conjugal.

4)Fundamento=apegar-se-á

O segundo nível de entrega na vida conjugal é o apego que no dicionário é ligação afetuosa, dedicação constante e excessiva.poderíamos simplesmente chamar esse apego de paixão.num relacionamento deve haver paixão.geralmente esse apego,essa paixão se manifesta no início do relacionamento,na fase do namoro principalmente.porém como a maioria das mulheres têm a facilidade para perceber esse apêgo parece diminuir tão logo são consumadas as núpcias.no decorrer do relacionamento tudo parece ser alvo de apêgo,jogos,amigos,internet,pais,trabalho,filhos,hobbies,menos quem realmente merece esse apêgo,ou seja,o cônjuge.vale lembrar que poucos são os cônjuges dispostos a reconhecer esse ponto.e isso só piora a situção da vida á dois pois começa a causar no cônjuge onde a atitude do apêgo se faz presente um sentimento de incorrespondência que começa a gerar frieza na vida á dois e que possivelmente levará á pensamentos como para que estou casado se passo mais tempo comigo mesmo do que com aquele com quem casei,e isso é só um pensamento,que dizer das atitudes que esse estado emocional determinará.não faltarão resmungos,dores de cabeça na hora do ato conjugal,entre contrariedades que só servem para tirar o prazer da vida á dois.

Porém a boa notícia é que dá primeiramente para manter-se apegado ao cônjuge e segundo para voltar a se apegar ao cônjuge.como sei disso? Pela ordem que o senhor deu dizendo apegar-se-á ao conjuge.se ele deu ordem e porque a ordem pode ser executada basta querer,aliás o querer é uma das forças mais poderosas que existe.

O cônjuge que quiser voltar a ter a ligação afetuosa e a executar uma dedicação constante e excessiva ao seu cônjuge sem dúvida o conseguirá,basta apenas que queira.quem resiste a ser o centro das atenções de seu conjuge,quem resiste á uma disposição sincera de estar junto,quem resiste á um mimo carinhoso que não tenha custado nem um real,quem resiste ao cuidado,ao zelo,ás palavras bem ditas,á um beijo demorado,á uma paciência imerecida?

Restaurado ou mantido o apêgo os cônjuges serão levados á outro nível, superior aos níveis anteriores.

5)Fundamento=serão ambos uma só carne

O apóstolo paulo na sua epístola aos efésios ao citar essa passagem de gênesis percebeu a profundidade desse nível onde dois se tornam uma só carne.paulo chamou isso de grande mistério provavelmente devido a intensidade de se achar conjugalmente nessa condição.ser uma só carne fala não só de união,mas também de um entrelaçamento de sentimentos e emoções que acaba acrescentando á instituição conjugal um caráter espiritual.é bem verdade que muitos pensam somente nas questões relacionadas á sexualidade quando se fala de ser uma só carne porém pelas colocações de paulo vemos que estamos diante de um estágio superior.pode-se dizer que nesse nível torna-se quase impossível pensar só por si ou tomar atitudes só por si.há uma cumplicidade,uma parceria,uma consideração extrema um com o outro.certa vez me relataram que um casal de muitos anos de vida juntos terminou a vida de forma bem interessante.devido á complicações causadas por uma enfermidade um deles veio a falecer.não passou duas semanas o outro cônjuge também faleceu.alguém dirá que foi mera coincidência porém vejo uma situação onde o nível de companheirismo foi tão elevado que tornou-se impossível um ter força para viver sem o outro.no corpo humano quando uma parte morre a outra que pode estar perfeita morre também exatamente por ser uma só carne.

Sendo assim ser uma só carne não diz respeito apenas á sexualidade, que mais na frente estaremos estudando mais detalhadamente, mas também á um nível de entendimento e compreensão raros de se ver na vida de muitos casais.

Ser uma só carne com o cônjuge é não conseguir se individualizar, é não conseguir pensar só em si, é considerar que se o outro sofrer vai sofrer também pois o que ferir lá vai ferir cá também.

Novamente lembrando o apóstolo paulo em suas palavras para os efésios:

Porque nunca ninguém aborreceu a sua própria carne; antes a alimenta e sustenta, como também o senhor á igreja ( ef 6:29).

Em outras palavras quem fará mal á própria carne,sendo uma só carne com o seu cônjuge o instinto de autoproteção vale por dois,é um protegendo o outro,é um evitando sofrimento para o outro.nesse nível não haverá a possibilidade de um magoar o outro,não haverá a possibilidade de um mentir para o outro,não haverá a possibilidade de um esquecer do outro,enfim não haverá a possibilidade de um trair o outro ou de fazer ao outro qualquer coisa que possa fazer o outro sofrer.nesse nível não haverá dúvidas sobre o amor de um pelo outro,não haverá a possibilidade de ciúmes um do outro pois o senso de pertencimento é tão genuíno que não dá lugar para esse sentimento.haverá nesse relacionamento uma capacidade de compreensão que normalmente não se vê maior parte dos relacionamentos.

Desenvolver o uma só carne não será tarefa fácil, mas os que quiserem chegar a esse nível tão precioso certamente conquistarão uma confiança a mais que será fundamental para darem certo em qualquer coisa que intentarem na vida.

6)Fundamento=e ambos estavam nús

O fato de estarem nús também indica que aquele casal desfrutava de uma harmonia sexual extraordinária,apesar de haver quem negue que o homem e a mulher se relacionavam sexualmente antes da queda.os que pensam assim provavelmente desconsideram que a ordem de deus para serem fecundos lhes foi dada antes da queda,antes da entrada do pecado no mundo.sem contar que não levam em conta a anatomia física com o qual o homem e a mulher foram criados.não desconsideraremos a pureza do homem em termos de malícia porém não podemos deixar de levar em conta que a natureza recém criada por deus era sexualmente ativa e isso era visível tanto aos olhos do homem quanto aos olhos da mulher.qual a criança que não fica curiosa quando surpreende o pai e a mãe num momento de intimidade?da mesma forma aquela curiosidade saltou aos olhos do primeiro casal recém criado,sem contar que provavelmente a feminilidade da mulher já era suficiente para gerar no homem o interesse necessário para querer tratar daquilo com a mulher.porque se tem algo inspirador para uma efetiva vida sexual é o que se apresenta diante dos olhos conforme as sábias palavras do rei salomão em cantares ( ct 4. 1  - 7 ; 7. 1 – 9 ).

Eis que és formosa, meu amor, eis que és formosa; os teus olhos são como os das pombas entre as tuas tranças; o teu cabelo é como o rebanho de cabras que pastam no monte de gileade.os teus dentes são como o rebanho das ovelhas tosquiadas, que sobem do lavadouro, e das quais todas produzem gêmeos, e nenhuma há estéril entre elas.os teus lábios são como um fio de escarlate, e o teu falar é agradável; a tua fronte é qual um pedaço de romã entre os teus cabelos.o teu pescoço é como a torre de davi, edificada para pendurar armas; mil escudos pendem dela, todos broquéis de poderosos.os teus dois seios são como dois filhos gêmeos da gazela, que se apascentam entre os lírios.até que refresque o dia, e fujam as sombras, irei ao monte da mirra, e ao outeiro do incenso.tu és toda formosa, meu amor, e em ti não há mancha.ct 4:1-7

Quão formosos são os teus pés nos sapatos, ó filha do príncipe! Os contornos de tuas coxas são como jóias, trabalhadas por mãos de artista.o teu umbigo como uma taça redonda, a que não falta bebida; o teu ventre como montão de trigo, cercado de lírios.os teus dois seios como dois filhos gêmeos de gazela.o teu pescoço como a torre de marfim; os teus olhos como as piscinas de hesbom, junto à porta de bate-rabim; o teu nariz como torre do líbano, que olha para damasco.a tua cabeça sobre ti é como o monte carmelo, e os cabelos da tua cabeça como a púrpura; o rei está preso nas galerias.quão formosa, e quão aprazível és, ó amor em delícias!a tua estatura é semelhante à palmeira; e os teus seios são semelhantes aos cachos de uvas.dizia eu: subirei à palmeira, pegarei em seus ramos; e então os teus seios serão como os cachos na vide, e o cheiro da tua respiração como o das maçãs.e a tua boca como o bom vinho para o meu amado, que se bebe suavemente, e faz com que falem os lábios dos que dormem.ct 7:1-9

Nesses dois trechos desse belo livro poético fica evidente a especial atenção dado por salomão aos atributos físicos da sua amada,e como salomão todo marido sábio deve fazer.vale lembrar que isso é por toda a vida independente dos prováveis desgastes que a vida á dois possa ter trazido á sua esposa.um sábio vai saber como destacar a beleza física de sua esposa independente de quantos ela possa ter pois há alguns níveis de beleza que a mulher jamais irá perder,mesmo que tenha tido vinte filhos.

7)Fundamento=e não se envergonhavam

A instituição conjugal gozava de uma pacificidade extraordinária,havia uma harmonia maravilhosa,não tinha o homem o que esconder da mulher e nem a mulher o que esconder do homem,não havia algo que os constrangesse,o homem olhava nos olhos de sua mulher e vice versa sem terem pressa de desviar o olhar.e assim devia ser sempre pois não pode haver em um marido nada que o envergonhe de declarar a sua esposa e nem pode haver em uma esposa nada que a envergonhe de declarar a seu marido. Eles estavam nús e não se envergonhavam, não tinham nada que precisassem esconder um do outro. É possível encontrar nos nossos dias casais que por vergonha ou por constrangimento acabam ocultando certos fatos da vida ao seu cônjuge e pode ser que algumas ações e comportamentos conjugais sejam oriundos de situações vivenciadas pelo cônjuge no passado e que até hoje ele ou ela não teve coragem de contar. Uma das razões para a vergonha, o constrangimento que ainda prevalece em alguns relacionamentos é também a falta de maturidade de um dos cônjuges para lidar com certos fatos da vida pré-conjugal do companheiro ou companheira.

Conclusão

Diante dos fatos aqui abordados compete a cada cônjuge compreender que a felicidade,a vitória e a plenitude na vida conjugal vai depender unicamente do esforço individual cotidiano para que seu casamento seja exatamente como deus determinou e não como temos visto nos nossos dias em que as pessoas já se unem pensando em quanto tempo vai durar seu relacionamento sem levar em conta que a durabilidade de seu casamento depende de seu próprio esforço e não apenas do esforço do outro.vale considerar também o sábio conselho registrado no livro de eclesiastes que diz:

Se alguém quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; o cordão de três dobras não se rebenta com facilidade.ec 4:12

Entendendo que esse cordão de três dobras é o marido,a esposa e Deus,cabe aos casais procurar manter os princípios bíblicos aqui apresentados em seu relacionamento de maneira a fazê-lo ser forte e duradouro diante das famosas tribulações na carne ás quais se referiu o apóstolo Paulo,e que assim ao invés do aumento do número de divórcios possamos ter um aumento gradativo no número de casais felizes a começar pelos casais que estão dentro das igrejas.

Pr Rafael dos Santos e Karina dos Santos

Comentário do usuário