Domingo da Igreja Perseguida: mais de 11 mil congregações no Brasil se juntarão ao clamor

Adriano Oliveira 29/05/2021 Relatar Quero comentar

Enquanto o cenário de perseguição aos cristãos se intensifica mundo afora, o Corpo de Cristo se une em oração pelos irmãos na fé que vivem sob ataque constante por sua fidelidade a Jesus. No próximo domingo, 30 de maio, será celebrado o Domingo da Igreja Perseguida, com mais de 11 mil igrejas no Brasil participando.

“Há mais de quatro mil cristãos presos em todo o mundo por simplesmente seguirem a Jesus. Por isso, no dia 30 de maio, apresentaremos em oração os nossos irmãos presos na Coreia do Norte, na Eritreia e no Irã”, introduziu uma nota da entidade missionária.

Oração = transformação

Um dos cristãos que enfrentou a severidade da perseguição no Irã, identificado como Taher por motivos de segurança, vivenciou o poder da oração da Igreja de Cristo: sua sentença de morte foi anulada depois que seu caso se tornou alvo das intercessões ao redor do mundo.

Taher estava convicto de sua fé em Jesus Cristo e decidiu abandonar o islamismo, uma atitude que no Irã significa tornar-se inimigo do governo e ser considerado ameaça à segurança nacional.

“Por isso, enquanto as pessoas estão vivendo no território, elas são monitoradas e, se insistirem em congregar com outros cristãos e compartilhar a palavra, ficam presas. A casa de Taher foi invadida por policiais enquanto ele estava trabalhando. A esposa e os filhos ficaram amedrontados e tiveram que ligar para o cristão e comunicar o que estava acontecendo”, relatou o comunicado da Portas Abertas.

Depois de preso, ele interrogado e forçado a entregar outros cristãos, mas Taher se manteve firme e não revelou os irmãos na fé. Tempos depois, terminou condenado à morte por apostasia. Entretanto, durante o período em que aguardava a execução, se manteve orando pelas autoridades que dariam andamento a seu processo, e ao final de tudo, a sentença foi anulada.

Comentário do usuário