Príncipe William diz que ‘a Igreja foi um refúgio durante a pandemia’

Adriano Oliveira 29/05/2021 Relatar Quero comentar

O enfrentamento da pandemia seria muito mais difícil e complexo sem o apoio da Igreja, avaliou o príncipe William, representando sua avó, rainha Elizabeth, durante uma reunião da Igreja da Escócia.

“Sei que para muitas pessoas na Escócia e além, a Igreja foi um refúgio essencial durante o ano passado, incrivelmente desafiador, de pandemia”, disse ele, acrescentando que após a morte da princesa Diana, visitou um templo na região de Balmoral, na Escócia, onde sua família tem uma propriedade.

O relato da relação íntima de sua família com a Escócia seguiu, com o príncipe acrescentando que o vínculo será duradouro, já que foi no país que ele conheceu sua esposa, Kate Middleton: “Nem é preciso dizer que a cidade onde você conhece sua futura esposa ocupa um lugar muito especial em seu coração. George, Charlotte e Louis já sabem o quanto a Escócia é querida para nós dois e estão começando a construir suas próprias memórias felizes aqui também”, afirmou, referindo-se aos filhos do casal.

Ao final de seu discurso, ele citou uma passagem bíblica: “Foi sugerido que eu tome Provérbios 19:20 como meu guia: ‘Ouça os conselhos e aceite as instruções, para que possa adquirir sabedoria no futuro.’ E, claro, o próprio Jesus disse isso de forma mais sucinta: ‘Quem tem ouvidos, ouça’”, pontuou.

Comentário do usuário