MOTIVAÇÃO COMO A CHAVE DOS RESULTADOS

Luiz Borsato 26/07/2021 Relatar Quero comentar

Quantas vezes a gente se pergunta porque algumas pessoas vão mais longe, avançam mais rápido e conseguem melhores resultados do que outras?

Diferentes pessoas vivendo sob as mesmas condições, tem resultados tão variáveis quanto suas digitais. Isso é no mínimo, muito intrigante, principalmente porque todos desejamos ser as pessoas que dão certo.

Há, sem dúvida, algum tipo de habilidade especial, talento, para a atividade que se propõe, mas só isso não se explica. Quanta gente talentosa fica no meio do caminho, estagnada na vida, que não se desenvolve que nunca chega lá.

Não o talento, por si só não justifica os resultados. Talvez seja o esforço acima da média. Entretanto, aí também encontramos dificuldades em forma um padrão. Se por um lado os mais bem sucedidos trabalham com muita persistência e determinação, por outro lado tem muita gente, suando a camisa que não decola na vida.

Assim, a persistência é um componente, mas não determina a vitória. Se a fórmula "talento e persistência" não garante os melhores resultados, então o que falta? Educação? Não pode ser, pois existiram muito semi-analfabetos, que revolucionaram a história do mundo.

Einsten, por exemplo, foi expulso da escola, após três meses de aula, sob a alegação dos professores de que ele não possuía capacidade mental para o aprendizado. Justo ele, o cientista autodidata que mais tarde influenciou a vida de toda a humanidade com sua "teoria da relatividade". Seria ainda, a inteligência a resposta para quem quer vencer a partida? Quantos gênios estão circulando na vida, sem expressão neste exato momento, sem ter trabalho ou ocupação?

“O fracasso e o sucesso são parentes de primeiro grau e a linha que os separa é incrivelmente milimétrica” (Lopes, 1980, P. 64).

Depende mesmo da escolha do ser humano em ser positivo ou negativo, ter metas, ser seta e não alvo, isto é, correr na frente para obter a vitória, afinal, quem corre atrás se cansa e não alcança.

O pensador romano Sêneca, que viveu nos tempos de Cristo, dizia : "Se o ser humano não sabe para qual porto se dirige, nenhum vento lhe será favorável". Pensei ainda, que o incentivo poderia ser a grande diferença. O mundo nos dá o incentivo em forma de planos, trabalho, mercado, oportunidade e família. Porém, o incentivo só é útil, se encontra uma pessoa motivada.

 Motivação é a diferença que faz a diferença. É a diferença entre os que dão certo. É a chave que abre a porta e reúne na mesma pessoa o talento, a persistência, a educação, a inteligência e o incentivo. E essa "equipe" acaba por dar consistência à construção dos nossos propósitos individuais, transformando nossos sonhos em realidade.

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário