11 pastores da IURD são investigados por lavagem de dinheiro em pirâmide financeira

wrsi 04/09/2021 Relatar Quero comentar

A Polícia Federal abriu uma investigação para saber se o dinheiro desviado dos dízimos e ofertas da Igreja Universal do Reino de Deus foi usado para fazer a pirâmide financeira de Glaidson Araújo.

No mês de maio, a própria Igreja Universal entrou com um pedido de instauração de inquérito  na Polícia  Federal, perceber um desvio de mais de 3 milhões de reais feito por um de seus pastores, Nei Carlos dos Santos.

A suspeitas começaram quando o pastor  primeiro comprou três carros avaliados, de acordo com documento, em R$ 248 mil, fora do valor recebido por ajuda de custo da igreja.

Em comum, eles abriram empresas no ramo de tecnologia e uma delas, a de Nei, tem como endereço a sede da GAS Consultoria e Tecnologia LTDA, que pertence à Glaidson, no Distrito Federal.

Por estar a frente da direção regional no Distrito Federal, o pastor tinha acesso irrestrito a todo o dinheiro recebido de doações de fiéis, sendo obrigado a contabilizar esse dinheiro a IURD.

Além dos carros, o pastor também adquiriu um imóvel  por cerca de R$2 milhões, “tudo às escondidas, sem o conhecimento da Universal, infringindo o regimento da Instituição Religiosa” .

“Chegou ao conhecimento da direção da Universal, que um grupo de ex-pastores (todos eram regionais e responsáveis por outras unidades da Universal aqui do estado do DF”), justamente os que se desligaram recentemente do ministério, costumavam se reunir frequentemente com o investigado Nei Carlos dos Santos, ainda na época em que eles desempenhavam suas missões religiosas dentro da Universal. Nessas reuniões/encontros, foi relatado que eles efetuavam operações financeiras (bitcoin), utilizando o dinheiro supostamente desviado” (sic).

A ligação entre Nei Santos e Glaidson quando em um levantamento feito pela IURD, o nome deles apareceram no endereço da empresa NS Psicologia, Consultoria e Tecnologia Eireli, na Rua Copaíba, lote 1, sala 1119, Norte Águas Claras,onde funcionava a GAS Consultoria e Tecnologia LTDA, de Glaidson.

Comentário do usuário